O LAT-EFEI

CRIAÇÃO

O Laboratório de Alta Tensão da Universidade Federal de Itajubá – LAT-EFEI, foi fundado no ano de 1963, ainda sob a égide da Escola Federal de Engenharia de Itajubá – EFEI. Contando inicialmente com uma fonte de tensão alternada de 150 kV - 20 KVA e um gerador de impulsos de tensão de 450 kV, o laboratório foi pioneiro no país na execução de ensaios de impulso em transformadores.

Entre 1970 e 1987, a estrutura principal do laboratório sofreu poucas alterações, sendo as mais significativas a aquisição de osciloscópios analógicos de alta frequência, um gerador de impulso repetitivo e um simulador analógico de redes elétricas, entre outros. Esse pequeno acréscimo permitiu ao laboratório, além da realização de ensaios de tensão aplicada e tensão impulsiva, oferecer aos alunos de graduação da então EFEI, a possibilidade de aulas práticas em Técnicas de Alta Tensão. Com isso foi possível preencher uma lacuna até então existente no currículo do engenheiro eletricista proveniente da instituição.

OS PRIMEIROS ANOS

Em seus primeiros anos, o LAT-EFEI atuou com uma fonte de alta tensão e gerador de impulsos, ambos HAEFELY, em uma pequena área do antigo prédio sede da EFEI. Nesta área, coexistiam o ambiente de ensaio principal e o ambiente de convivência de professores, técnicos e inspetores, sobre a coordenação do Prof. Cougo. Os equipamentos eram alimentados por uma pequena subestação, existente no próprio prédio e o acesso dos equipamentos que viriam a ser ensaiados eram feitos por meio de uma rua lateral, nesta época com pouco movimento, o que não representava dificuldades.

A PRIMEIRA AMPLIAÇÃO

Sob a coordenação do Prof. Celso Jadir, o LAT-EFEI sofreu a sua primeira ampliação, com a anexação de áreas contíguas, permitindo uma melhor separação entre área de ensaio, área de convivência, além de uma área específica para instalação do recém adquirido analisador de redes, na época, um moderno equipamento que permitia a simulação, em escala reduzida, de diversas configurações de redes elétricas e possíveis intervenções.
Neste período o laboratório também abriu suas portas para as atividades de ensino, na área de geração e medição de altas tensões para ensaios e análise de falhas em equipamentos.

A SEGUNDA AMPLIAÇÃO

Após um período de inatividade, a segunda e maior ampliação do LAT-EFEI se deu sob a coordenação do Prof. Manuel Martinez. Nesta ocasião, mais áreas contíguas foram anexadas ao laboratório, além da estruturação de uma nova área no prédio vizinho, antigo laboratório de mecânica da EFEI. Além da ampliação, o laboratório passou por um processo de modernização de sua estrutura e equipamentos. Com isso, o laboratório expandiu significativamente as suas atividades, contando agora com geradores de altas correntes, medidores de descargas parciais e tensão de radiointerferência, sistemas automatizados para ensaios de rotina em transformadores, câmaras de chuva e névoa salina, fontes de tensão contínua entre outros, além de diversas fontes de tensão alternada e indução, ampliando a diversidade de ensaios a serem realizados.

MUDANÇA

Em 2014 foi iniciada a mudança do LAT-EFEI para as suas novas instalações no Campus da UNIFEI. Contando com um amplo salão de ensaios e um prédio de 4 pavimentos, os equipamentos e áreas do laboratório puderam ser melhor distribuídos. O salão de ensaios possui aterramento distribuído em uma ampla malha, divisão das celas de ensaio de acordo com a logística dos procedimentos de ensaio, estrutura reforçada para suportar cargas elevadas além da previsão de instalação de novos sistemas de ensaio: uma fonte alternada de 300 kV e um gerador de impulsos Haefely de 1.400 kV, além da instalação já feita de um novo gerador misto de tensão/corrente impulsiva de 400 kV/50 kA, desenvolvido com tecnologia própria.

Na estrutura do prédio de escritórios encontram-se almoxarifado, oficina, futura área para geradores didáticos, ambiente de professores, ambiente de alunos e pesquisadores, além de um pavimento dedicado a três laboratórios de materiais elétricos, onde pode ser feita a síntese e caracterização de polímeros com aplicação para o setor elétrico.

Com os laboratórios de materiais elétricos, o LAT-EFEI estabelece um novo patamar na prestação de serviços e realização de pesquisas aplicadas ao setor elétrico, agregando áreas que se complementam para a melhoria dos equipamentos elétricos e, consequentemente, qualidade da geração, transmissão e distribuição da energia elétrica. Com isso, é possível transformar oportunidades tecnológicas e de inovação em produtos e processos que contribuem para o sucesso de seus colaboradores e parceiros.

O LAT-EFEI HOJE

Em 2015, com o falecimento do Prof. Manuel Martinez, como forma de homenagear o professor que tanto se dedicou ao crescimento do LAT-EFEI, o laboratório passou a se chamar Laboratório de Alta Tensão Manuel Luís Barreira Martinez.

Com mais um marco alcançado em 2019, através da Acreditação para realização de ensaios em transformadores de distribuição, o LAT-EFEI continua sua busca por excelência na realização de suas atividades através da adoção de medidas que visem o comprometimento com o bem estar dos seus colaboradores e a satisfação dos seus clientes e parceiros, além da formação profissional de seus alunos.